Inicial

Perguntas

Os links abaixo apontam para o texto onde se encontra a pergunta.

-O Senhor diz que ninguém pode ajudar ninguém. Porque é, então, que anda por todo o mundo a dirigir-se às pessoas?

 Como podemos educar uma criança sem disciplina?

O senhor nunca viveu a vida de um homem pobre; sempre teve a segurança invisível dos seus amigos ricos. Fala da absoluta abdicação de qualquer tipo de segurança na vida, mas milhões de pessoas vivem sem essa segurança. O senhor diz que uma pessoa não se pode aperceber do que não experimentou; consequentemente, o senhor não pode saber o que a pobreza e a insegurança física realmente são.

– Foi dito que é a manifestação de Cristo nos nossos tempos. Que tem a dizer sobre isto? Se é verdade, porque não fala de amor e compaixão?

–  Nunca nos deu uma concepção clara do mistério da morte e da vida após a morte, contudo fala constantemente de imortalidade. Sem dúvida que acredita na vida após a morte?

–  Quais são as causas dos desentendimentos que nos levam a colocar-lhe questões em vez de agir e viver?

 O senhor diz que os seus ensinamentos são para todos, não para uma seleta minoria. Se assim é, porque é que achamos difícil compreendê-lo?

– O senhor diz que a verdade é simples. Para nós, o que diz parece-nos muito abstrato. Qual é a relação prática, segundo o senhor, entre a verdade e a vida real?

– Quer dizer que não há qualquer ajuda para os homens quando a vida se torna difícil? Que eles ficam inteiramente entregues a si próprios para se ajudarem?

– Quer dizer que mais cedo ou mais tarde todos os seres humanos, inevitavelmente, no decurso da existência, alcançarão a perfeição, a libertação completa de tudo o que os domina? Se assim é, porquê fazer qualquer esforço agora?

–  Fala muitas vezes da necessidade de compreendermos as nossas experiências. Poderia por favor explicar o que quer dizer com compreender uma experiência da maneira correta?

– No outro dia falou da memória como um impedimento à verdadeira compreensão. Tive recentemente a infelicidade de perder o meu irmão. Deveria tentar esquecer essa perda?

– Disse que a memória representa uma experiência que não foi compreendida. Isso significa que as nossas experiências não têm qualquer utilidade para nós? E porque é que uma experiência totalmente compreendida não deixa memória?

– Acha que a comunicação com os espíritos dos mortos é uma ajuda para a compreensão da vida na sua totalidade?

–  Por favor explique o que quer dizer com imortalidade. A imortalidade é tão real para si como o chão que pisamos, ou é apenas uma ideia sublime?

– Quais são as regras e princípios da sua vida? Uma vez que, presumivelmente, estão baseados na sua própria ideia de amor, beleza, verdade, e Deus, qual é essa ideia?

– Qual é o rumo mais sábio a tomar – proteger e dar abrigo aos ignorantes pelo conselho e orientação, ou deixá-los descobrir através da sua própria experiência e sofrimento, mesmo embora lhes possa levar uma vida inteira a libertarem-se dos efeitos de tal experiência e sofrimento?

–  Você acha que o método da psicanálise, trazendo os movimentos da mente inconsciente para o conhecimento da consciência, vai ajudar o indivíduo a libertar sua mente dos complexos e desejos primitivos e egoístas e assim permitir que seu pensamento o conduza à felicidade de que você fala?

– Você não acredita na posse ou na exploração, mas sem um ou outro como você poderia viajar ou dar uma palestra para o mundo?

– O que é espiritualidade?

– O que é esse estado de atenção do qual você fala? Poderia explicá-lo um pouco mais detalhadamente?

– Você pode nos dizer como você chegou nesse grau de compreensão?

– Você acha que os sistemas sociais do mundo irão evoluir para um estado de fraternidade global, ou será trazida por meio de instituições parlamentares,  pela educação?

Eu tenho tido a impressão que estou colocando as suas ideias em ação; mas eu não tenho alegria em viver, nenhum entusiasmo para nenhuma busca. Minhas tentativas de conscientização não esclareceram a minha confusão, e nem trouxeram alguma mudança ou vitalidade para a minha vida. Minha vida não tem mais o significado para mim agora como tinha quando comecei a ouvi-lo, há sete anos. O que há de errado comigo?

– Você é contra a instituição da família?

 Deus existe?

–  Você acredita que um homem de baixa cultura, oprimido, ganhando um salário miserável, com esposa e filhos para sustentar pode se salvar espiritualmente e economicamente sem ajuda e orientação?

 Qual seria o real propósito da educação?

 Se você  renunciou a posses, dinheiro, propriedades, como você diz que fez, o que pensa da comissão que organiza sua viagem e vende seus livros no mesmo teatro onde você faz palestras? Você não está também explorando e sendo explorado?

– Você nos promete um novo paraíso na terra, mas ele é inalcançável. Você não acha que precisamos de soluções imediatas, e não de esperanças longínquas? O comunismo universal não seria a solução imediata?

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: